O Verdadeiro NewBorn Americano!

Faça já as fotos do seu bebê !!!

Conheça o Studium A

Sobre o Jornal:

O Correio da Manhã é um jornal sul-mato-grossense criado em 2015, originalmente sob o nome de MS Diário, sendo um produto da agência de comunicação e marketing digital - Avantiz. Todos os direitos das matérias publicadas pertencem aos seus respectivos autores.

Fone e WhatsApp

(67) 99199-2448

Nosso E-mail

[email protected]

Saúde Redação 02/Julho/2020 / Última edição às 18:28:30

Vídeo: Falta de insulina na Farmácia Municipal de Corumbá revolta aposentado diabético

Diabético, o servidor público federal aposentado pelo Ministério da Saúde, o Sr. Sebastião César Lopes (59) relatou ao Correio da Manhã sua revolta e indignação pela falta do medicamento na Farmácia Municipal de Corumbá.


Corumbá - O Correio da Manhã ouviu o Sr. Sebastião que possui diabetes e nos relatou indignado, sobre a falta do medicamento na Farmácia Municipal de Corumbá. Segundo o aposentado, essa não é a primeira vez que acontece:

“A gente vira e mexe vai pegar insulina, e tá faltando”.

E relata:

“Eu já fui uma vez na Secretaria de Saúde, já reclamei, fui hoje até na Ouvidoria pegar insulina, não tem e o rapaz de lá não sabe nem quando vai vir”.


Seu Sebastião sofre de diabetes, doença crônica que causa sérias lesões em sua saúde física. | Imagem: Fábio Marchi

CORONAVÍRUS

Seu Sebastião manifestou também sua preocupação com a sua situação perante a pandemia de COVID-19:

“A gente vê todo dia na televisão o Coronavírus matando diabético, morre mais diabético e idoso, e pro diabético um produto que não pode faltar é a insulina. E a gente fica só vendo dinheiro chegar para o Município e faltando medicamento essencial.”

Segundo o aposentado, falta planejamento por parte da Administração Pública:

“Não é esperar acabar o medicamento, pra fazer licitação, pra poder comprar. Isso é demorado. Eu ainda posso comprar, mas tem muitos coitados aí que não podem comprar. E como fica essa situação? Muitos idosos que eu vi lá, que foram buscar insulina, não tem como comprar, fica sem.”

Seu Sebastião é aposentado pelo Ministério da Saúde e conhece seus direitos. Segundo ele, por essa razão, ele ficou mais indignado ainda:

“Eu não estou pedindo nenhum favor para o Município, isso aí é do meu direito e se amanhã eu for lá e não tiver insulina, eu vou no Ministério Público e vou até na Polícia Federal, porque vai ter que ser investigado isso aí”.

O aposentado completou:

“A gente tá vendo corrupção no Brasil todo, sobre essa verba que tá vindo aí, vou correr atras dos meus direitos e assim como eu estou brigando pelos meus direitos, estou brigando por muitos diabéticos aí, que não tem voz, mas não vou deixar à toa, não”.

Confira o depoimento completo do Sr. Sebastião no vídeo abaixo:

O Correio da Manhã está aberto para pautas comunitárias. Tem algo acontecendo de errado em seu bairro, algum serviço público sendo prestado de forma incorreta? Entre em contato com nossa Redação, pelo WhatsApp: (67) 99199-2448.

Comente esta matéria

ATENÇÃO: Os comentários desta matéria são gerenciados pelo Facebook - que posta, agrega os comentários e os exibe nesta página. Este site não se responsabiliza por qualquer comentário indevido, feito à qualquer pessoa ou instituição - sendo cada comentário, de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores e as denúncias deverão ser encaminhadas diretamente ao Facebook.